Jovens durante Santa Missa recebe Investidura como novos acólitos na Matriz de Santo Antônio

Primeira Eucaristia é realizada na Matriz com crianças e jovens neste domingo
28 de maio de 2019
Corrida de Santo Antônio terá premiação e sorteios para os competidores
30 de maio de 2019

Jovens durante Santa Missa recebe Investidura como novos acólitos na Matriz de Santo Antônio

Neste último domingo (26), às 19h30min jovens da Matriz de Santo Antônio de Gurupi receberam a Investidura como acólitos. Acólito é um membro da Igreja Católica, instituído através do Ministério do Acolitato, para auxiliar o diácono e o sacerdote nas ações litúrgicas, sobretudo na celebração da santa missa. 

A palavra acólito vem do verbo acolitar, que significa acompanhar no caminho. Acólito é aquele que, na celebração da liturgia, precede, vai ao lado ou segue o presidente da celebração ou outras pessoas, para as servir e ajudar. 

Pe. Eldinei Carneiro "Quem serve o altar está sempre perto do Senhor. A intimidade com o Senhor se cultiva perante ao altar", afirmou diante dos jovens.

 

Quem pode ser Acólito? 

Por tratar-se de um Ministério da Igreja direcionado aos candidatos ao Sacramento da Ordem, somente pode ser Acólito um cristão do sexo masculino. O Sacramento da Ordem apresenta-se em três graus: o Diaconato (diácono), Presbiterado (padre) e Episcopado (bispo e papa). Já os acólitos no ministério também pode ser mulher não somente homem.

Na Igreja Católica existem dois tipos de Acólitos. Os Acólitos Instituídos e os Acólitos não Instituídos. Acólitos Instituídos: são somente homens que estejam ou não preparando-se para o sacerdócio.

Acólitos não Instituídos: São as pessoas que exercem a função própria de um acólito, que é auxiliar o padre ou o diácono na Santa Missa. Na falta de acólitos instituídos, é totalmente lícita a atuação destes “acólitos não instituídos”. Para essa função admite-se somente homens, solteiros ou casados, que por mais que não sejam candidatos ao Sacerdócio, podem ser futuros candidatos ao primeiro grau do Sacramento da Ordem, como Diáconos Permanentes.

O Diaconato divide-se em duas categorias: O diaconato permanente e o temporário. Temporário é o diaconato exercido por um período de tempo pelos candidatos ao sacerdócio. Permanente é o diaconato exercido permanentemente por um fiel leigo, devidamente preparado e reconhecido pela Igreja. O diaconato permanente é também somente para os fieis do sexo masculino, com o detalhe de que estes homens podem ser casados. Daí então, a razão pela qual somente homens podem ser Acólitos, uma vez que este Ministério está intrinsecamente relacionado com o Sacramento da Ordem, que é conferido somente aos homens. 

 

Fonte:  https://acolitossantaquiteria.webnode.com/products/o-que-e-acolito-/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: