Noivos já podem se inscrever para Encontro na Matriz em preparação para o casamento

Fiéis da Matriz participam da Santa Missa da Unidade da Renovação Carismática
29 de março de 2019
Neste sábado, 06 de abril é dia de Comunhão Reparadora e Missa Mariana
3 de abril de 2019

Noivos já podem se inscrever para Encontro na Matriz em preparação para o casamento

   Para quem deseja se casar até o período de setembro desde ano deverá participar do Encontro de Noivos que ocorrerá no dia 28 de Abril (domingo), na Matriz de Santo Antônio em Gurupi. O objetivo do Encontro segundo Edilene Alves Garcia Pelissari e Lucas Pelissari Silva coordenadores do Encontro, é oferecer a oportunidade do casal de tomar decisões juntos,  amadurecer os sentimentos do casal na preparação para o casamento e a entender a grandeza do relacionamento a dois, do respeito, da fidelidade e do comprometimento com o outro.

  A programação será com palestras com temas que edificam o casal, como o dia a dia da convivência a dois, sobre paternidade familiar e muito mais, a organização conta ainda com integrantes do Grupo de Casais da paróquia.  O evento  iniciará  pela manhã às 6:30 com a Santa missa e ocorrerá durante todo o dia no Colégio Paroquial o Encontro é obrigatório a todo casal que deseja se casar.

   A matriz realiza o Encontro duas vezes no ano e o Encontro de Noivos  tem validade de até 6 meses, a inscrição é de R$90,00 (noventa reais) para o casal, e os interessados podem se inscrever na secretaria da paróquia ou aqui no site da Matriz. Quem fizer este  Encontro também poderá ser estendido para outras paróquias para a realização da cerimônia. 

  Para a realização da cerimônia do casamento na Igreja Católica é necessário ainda a certidão do batismo e do Encontro de Noivos. O próximo Encontro  está previsto para acontecer nos meses de outubro ou novembro.

O Sacramento do matrimônio

  O casamento é um dos sacramentos da Igreja Católica. Os sacramentos são sinais sensíveis e eficazes da graça, instituídos por Nosso Senhor Jesus Cristo para santificar-nos. O sacramento do Matrimônio é um dos sete sacramentos instituído por Jesus Cristo que, quando se recebe com as disposições adequadas, dá graça –uma ajuda sobrenatural- para vivê-lo cristãmente.

  "A vocação para o Matrimônio está inscrita na própria natureza do homem e da mulher, conforme saíram da mão do Criador. O casamento não é uma instituição simplesmente humana, apesar das inúmeras variações que sofreu no curso dos séculos, nas diferentes culturas, estruturas sociais e atitudes espirituais. 

(Entenda mais lendo o Catecismo da Igreja Católica).

Como se celebra o Matrimônio?

  Segundo a tradição latina, são os esposos que, como ministros da graça de Cristo, se conferem mutuamente o sacramento do Matrimônio, expressando diante da Igreja seu consentimento. Os esposos são pois os ministros do sacramento. Por ser um sacramento os esposos devem dispor-se para receber a graça. Por isso convém que se preparem bem para a celebração do seu matrimônio recebendo o o sacramento da Penitência.

   Nas tradições das Igrejas Orientais, os sacerdotes, Bispos ou presbíteros, são testemunhas do consentimento recíproco dos esposos, mas também é necessária a bênção deles para a validade do sacramento. É por esta razão que a Igreja normalmente exige de seus fiéis a forma eclesiástica da celebração do casamento:

- o casamento é um ato litúrgico. Por isso, convém que seja celebrado na liturgia pública da Igreja.- O Matrimônio foi introduzido num ordo eclesial, cria direitos e deveres na Igreja, entre os esposos e relativos à prole.

- Sendo o Matrimônio um estado de vida na Igreja, é necessário que haja certeza a seu respeito (daí a obrigação de haver testemunhas).

- caráter público do consentimento protege o mútuo “Sim” que um dia foi dado e ajuda a permanecer-lhe fiel.

No rito latino, a celebração do Matrimônio entre dois fiéis católicos normalmente ocorre dentro da santa missa. Na Eucaristia se realiza o memorial da nova aliança, na qual Cristo se uniu para sempre à Igreja, sua esposa bem-amada, pela qual se entregou.

Na epiclese deste sacramento, os esposos recebem o Espírito Santo como comunhão de amor de Cristo e da Igreja (Cf Ef 5,32). É Ele o selo de sua aliança, a fonte que incessantemente oferece seu amor, a força em que se renovar a fidelidade dos esposos.

(Ler mais Catecismo da Igreja Católica, 1621-1624, 1631.)

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: