Participe da Santa Missa e Via Sacra toda sexta-feira durante a quaresma

Paróquia Santos Reis de Porto Nacional realiza I Encontro Estadual “mães aos pés da cruz de Cristo”
11 de março de 2019
Mutirão de Confissões da Forania de Gurupi
16 de março de 2019

Participe da Santa Missa e Via Sacra toda sexta-feira durante a quaresma

    Nesta última sexta-feira (08/03), ás 19h iniciou a Santa Missa com as orações da Via Sacra na Matriz de Santo Antônio em Gurupi, fiéis participaram dando início a mais uma quaresma que nos convida a conversão e a um tempo de oração e reflexão. a VIA SACRA é um momento para os fiéis católico relembrar toda a trajetória de penitência e doação da vida de Jesus pela salvação de toda a humanidade, ou seja, a razão de estarmos hoje na sua criação por todo o milênio. A Via Sacra com a Santa Missa acontecerá todas as sextas-feiras na Matriz ás 19h até a última sexta-feira da quaresma. Todos estão convidados.

Mas o que é a Via Sacra?

Por “Via Sacra” entende-se um exercício de piedade segundo o qual os fiéis percorrem mentalmente com Cristo o caminho que levou o Senhor do Pretório de Pilatos até o monte Calvário; são formadas por  quatorze estações ou etapas, cada uma das quais apresenta uma cena da Paixão a ser meditada pelo discípulo de Cristo. Desde os primórdios do cristianismo os fiéis se dedicam a viverem cada parte da história que conta como foi a condenação, morte e ressurreição de Cristo Jesus no meio da humanidade há mais de dois mil anos.

Como surgiu o termo Via Sacra?

Sua origem se deu  na época das Cruzadas (séculos XI/XIII): os fiéis que então percorriam na Terra Santa os lugares sagrados da Paixão de Cristo, quiseram reproduzir no Ocidente a peregrinação feita ao longo da Via Dolorosa em Jerusalém. O número de estações ou etapas dessa caminhada foi sendo definido paulatinamente, chegando à forma atual, de quatorze estações, no século XVI.

O Papa João Paulo II introduziu, em Roma, a mudança de certas cenas desse percurso não relatadas nos Evangelhos por outros quadros narrados pelos Evangelistas. A nova configuração ainda não se tornou geral. O exercício da Via Sacra é uma  recomendação pelos Sumos Pontífices, pois ocasiona frutuosa meditação da Paixão do Senhor Jesus.

E como se reza a Via Sacra?

Segundo o site aleteia é muito simples rezar a Via Sacra e leva apenas alguns minutos veja:

Oração inicial
 Senhor, concede-me a graça de compartilhar contigo o caminho da cruz, penetrar teus pensamentos e sentimentos: o que pensavas, o que sentias enquanto carregavas a cruz pela humanidade, por mim?  Ajuda-me a compreender um pouco mais do que esta via dolorosa significou para ti. Com a minha pequenez, eu me atrevo a caminhar contigo nestas estações, deixando-me impressionar pela contemplação do teu mistério, buscando teu olhar de dor, de agonia, de morte, de paz.
 
Jaculatória antes e depois de cada estação
 Antes de cada estação: "Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos porque pela vossa santa cruz remistes o mundo".
 Depois  cada estação: "Salvador do mundo, salvai-nos, vós que nos libertastes pela cruz e ressurreição".
 1ª estação: Jesus é julgado, acusado falsamente, caluniado, abandonado pelos seus amigos e injustamente condenado à morte.
 Oração: Guardaste silêncio. Ó Jesus silencioso, ensina-me a calar e a guardar silêncio, inclusive no sofrimento!
 2ª estação: Jesus carrega a cruz. Com grande amor a abraça. Nela, expiará nossos pecados. Ele pensa em nós e caminha rumo ao calvário.
 Oração: Jesus, ensina-me a compreender tuas palavras: "Se alguém quiser me seguir, tome sua cruz e siga-me".
 3ª estação: Jesus não aguenta mais, suas forças diminuem e Ele cai pela primeira vez.
 Oração: Jesus, dá-me forças para levantar-me das minhas quedas. Anima meus desânimos.
 4ª estação: Jesus encontra sua Mãe. A dor de ver sua Mãe sofrendo lhe abre mais feridas no coração. No entanto, ao mesmo tempo, ver o olhar amoroso de Maria o consola.
 Oração: Maria, que vencendo todo respeito humano foste capaz de consolar teu Filho no caminho do calvário, ajuda-me a experimentar teu olhar nas minhas dificuldades e aflições.
 5ª estação: O cireneu ajuda Jesus a carregar a cruz.
 Oração: Jesus, assim como Simão te ajudou a carregar a cruz, ajuda-me nas minhas fraquezas e dificuldades.
 6ª estação: O rosto desfigurado de Jesus comove o coração de uma mulher e, com um lenço, ela o enxuga cuidadosamente.
 Oração: Jesus, grava tua imagem em meu coração, e que eu sempre me lembre dela.
 7ª estação: Jesus, sob o peso da cruz, cai pela segunda vez.
 Oração: Jesus, que não te cansem minhas constantes quedas!
 8ª estação: O Senhor aceita a vã compaixão das filhas de Jerusalém.
 Oração: Jesus, ajuda-me a aprender que carregar tua cruz é muito mais que todas as honras da terra.
 9ª estação: Jesus cai pela terceira vez.
 Oração: Jesus, que eu não perca a esperança quando experimentar a tua cruz na minha vida.
 10ª estação: O Senhor é despojado das suas vestimentas.
 Oração: Jesus, despojado de tudo, por amor a mim, ajuda-me a desprender-me, por amor a ti, de todas as criaturas, para que Tu sejas meu único tesouro.
 11ª estação: Jesus é crucificado.
 Oração: Jesus, que carregaste a cruz sem reclamar, concede-me jamais queixar-me por coisas inúteis, nem de ninguém, nem interiormente.
 12ª estação: O Senhor morre na cruz.
 Oração: Jesus, ajuda-me a aceitar de todo coração o tipo de morte que pensaste para mim, a aceitá-la com todas as suas angústias, penas e dores. Concede-me nesse momento unir-me à tua morte e oferecer a minha como consumação do meu caminho rumo a ti, aqui na terra.
 13ª estação: O corpo de Jesus é tirado da cruz e recebido por Maria.
 Oração: Jesus, que eu possa estar nos braços de Maria nos momentos mais difíceis da minha vida, e experimentar a proteção amorosa da tua santa Mãe.
 14ª estação: Jesus é depositado no sepulcro.
 Oração: Maria, minha Mãe, assim como João te fez companhia como um filho após a morte de Jesus, que eu possa sempre estar contigo, com os mesmos sentimentos do discípulo amado de Jesus.
 
Oração final
 
Senhor, que a meditação das tuas dores e sofrimentos destrua minha soberba, suavize meu coração e o prepare para receber teu inesgotável amor e perdão. Que, consciente das minhas quedas e defeitos, em meio às minhas penas e trabalhos, eu te busque sempre e que, contemplando teu coração aberto e ferido por amor a mim, eu possa mergulhar nele como uma gota de água, e me perca para sempre na imensidão da tua misericórdia. Amém.

Fonte: https://cleofas.com.br/

https://pt.aleteia.org

Imagens: Google

Por: Adriana Castelo Branco

PASCOM

Fotos: Google

Pascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: